21 agosto, 2013

Desde que você se foi



    O relógio já marca duas da manhã de uma madrugada que eu não sei mais de que dia é. Perdi a conta depois de tantas lágrimas. Perdi a conta depois das noites mal dormidas. Perdi a conta depois de você. Ou melhor: tenho evitado contar, porque a saudade que ficou aqui independe do tempo. Tenho sonhado que tudo não passou de uma brincadeira e a qualquer hora você entrará pela porta e se desculpará.

    Desculpa.

    Eu sei que de brincadeira nunca teve nada. É só que uma parte de mim continua se iludindo de que tudo isso é um grande pesadelo. E, enquanto eu me iludo, o ponteiro do relógio circula e me faz lembrar que eu não vou acordar, correr para os seus braços e respirar aliviada. E aí dói de novo como na hora da notícia.

    A parte forte de mim sabe bem que o que sobrou de você ficou em mim. E nas pessoas que você amava. E nas pessoas que ainda te amam. Os seus sorrisos, os seus olhares, os seus abraços, as suas palavras de carinho. Tudo ficou aqui, escancarado em nossas memórias, remoído em nossas lembranças, apertado em nossos corações. Aliás, fazer meu coração continuar batendo tem sido uma das tarefas mais difíceis desde que você se foi. Parece que você levou consigo o combustível que o mantinha saudável. Mas eu insisto. Continuo o deixando em atividade só para guardar você um pouco mais perto. E aí eu tento não desistir.

    Eu tento não olhar o relógio, eu tento não questionar a vida, eu tento não me revoltar com todos. É que no fundo, hoje, eu queria tão pouco perto de tudo o que eu já quis. Eu já quis uma profissão legal, um casamento bonito, uma família maravilhosa. Eu já quis os melhores amigos, eu já quis saúde, eu já quis sucesso. Hoje, eu queria só você. Você e o seu sorriso, você e o seu jeito de dizer que me amava, você e a sua voz. Você só mais um dia. Só mais o abraço que ficou faltando, o beijo que eu jamais vou dar.

    Mas como ainda não dá para te ter de novo, eu vou fazendo o que me resta: honrando a vida que você teve. Sabendo que você continua vivo em algum outro lugar mais lindo. Eu sei o que você diria se estivesse aqui: fica forte, vai em frente, eu quero te ver bem. É difícil, não vou mentir. Desculpa pela minha fraqueza. Pelas lágrimas que eu não evito. Pelo sofrimento que não afasto. Desculpa por estar joelhos, por ter o coração quebrado, por ainda me questionar. Eu levanto daqui, eu juro.

    Eu levanto e te honro. E continuo em frente. E cumpro a minha parte do acordo. Por tudo o que a gente sonhou, por tudo o que a gente sempre quis. Porque, hoje, ainda que eu permaneça muito tempo sem olhar os minutos que você não está, eu sei que você me olha de longe. Eu sei que quer ficar orgulhoso de mim. Eu sei que estará aqui todos os dias da minha vida. E eu vou fazer de tudo para você sorrir – aí, do seu lado do mundo, me olhando e cuidando de mim. 


Texto escrito pela colunista Érica Maria


61 comentários:

  1. Que lindo,muito bem escrito..

    dienyladyy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto! Mostra como ficamos deprimidos quando sentimos falta de uma pessoa!
    Kiss
    With You

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como nos deprimimos viu? Eu já passei por isso :(

      Excluir
  3. Já chegou com tudo Érica, parabéns pelo texto, você escreve muito bem.
    Espero vê-la mais por aqui com estes belos textos.
    Abraços

    reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :D Fernando, toda quarta eu to por aqui!

      Excluir
  4. Olá, tudo bem??
    Ta rolando um BookTour lá no meu blog do livro 72 Horas para Morrer, em parceria com o autor Ricardo Ragazzo. Ao final do BT, haverá um sorteio do livro entre os participantes. *-*

    Clica no link pra conhecer:
    http://umsimplesprazer.blogspot.com.br/2013/08/novidade-booktuor-e-autor-parceiro.html#comment-form

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo. Eu simplesmente amo ler esses tipos de texto. É, de um jeito estranho, reconfortante.

    Beijos! ♥
    http://viajantesdaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Érica, você conseguiu me fazer sentir algo que eu jurava já ter esquecido como era sentir e relembrar... Não sei se foi bom ou ruim, mas adorei a forma como escreveu. Parabéns mesmo!
    Beijinhos, Thamires R.
    http://marcaprovisoria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Erica, sej abem vinda ao blog do meu amigo =)
    Belo texto, serviu pra refletir também, que mesmo não tendo a pessoa que gostamos perto da gente, mas que temos o momento vivido com ela em nosso coração e mente sempre.
    Beliscões carinhosos da Máh-
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, foi só um relato de uma época da minha vida ;)

      Excluir
  8. Érica, que triste :C

    Mas são nesses textos que a gente encontra a beleza das palavras :)

    Beijos,
    Caroline
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que triste e sentimental.. é a verdadeira essência de um coração...
    Parabéns *-*

    ResponderExcluir
  10. Ela tem uma bela escrita. Triste texto, mas com uma emoção fortíssima.
    Ver alguém partir não é fácil.

    M&N | Desbrava(dores) de Livros

    ResponderExcluir
  11. Indicamos seu blog no selo http://juventudeinfoco.blogspot.com.br/2013/08/selo-versatile-blogger-award.html

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, como vai? espero que bem, eu já acompanho teu blog e teu contúdo ha um tempinho nossa tudo muito arrumado e descente aqui, ainda não tinha me atrevido a comentar, mas aqui estou, parabéns pelo blog, e sucesso!
    PS: há pouco tempo entrei na blogosfera, se puder seguir meu blog, se gostar é claro serei extremamente grato! Mais uma vez parabéns e muito sucesso.
    Quase Meia Noite

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pelo texto, Érica!
    Me emocionei, de verdade.

    Beijos,
    Letícia - Literature Diary

    ResponderExcluir
  14. Sem palavras, apenas quero dizer que amei o texto ^^

    Abraços,
    http://www.revolucaonerd.com/

    ResponderExcluir
  15. Que texto lindo, a Érica escreve super bem, adorei mesmo! *-*

    de-livro-em-livro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Bem vinda Erica. Amei seu texto, mexe com a gente. Beijos :*


    Pequenos Vícios Diários

    ResponderExcluir
  17. Gente..
    Que texto lindo <3
    Gostei muito!
    *-*
    Beijinhos,
    Paula
    http://psicosedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Ai gente, que texto emocionante sério ><
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Que lindo, mas é muito difícil escrever sobre alguém que se vai. Muito doloroso mas de toda dor podemos tirar algo belo como essas palavras, ótimo trabalho para o primeiro post!

    beijos
    O Vitrô

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil sim, mais eu já passei por essa situação :(

      Excluir
  20. Nossa... que texto mais que perfeito... até meus olhos se enxeram de água... meu coração ficou apertado... amei essa escrita bem feita senti a dor descrita.... nossa!!! Sem mais palavras... Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito do texto! A escrita é bem legal e a emoção foi perfeita! *-*
    Parabéns pelo texto Érica!!

    Abs
    www.tainahrodrigues.com
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Adorei o texto, a Érica escreve super bem :)

    Beijocas,
    www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Érica você escreve muito bem, parabéns. O texto é lindo e emocionante.

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Uau, que texto lindo. Parabéns para a Érica e também para o Diêgo pela nova colunista do blog. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  25. Você me fez chorar </33
    Sou a criatura mais sentimental que irá conhecer, o texto bem escrito e está maravilhoso ♥
    xoxo
    sorrisoselivros.com

    ResponderExcluir
  26. Muito lindo o texto dela!! Amo textos assim! Bem triste, mas tão tocante..."É só que uma parte de mim continua se iludindo de que tudo isso é um grande pesadelo".Amei essa frase.
    Beijão!
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
  27. Adorei o texto, muito bem, ela escreve muito bem. Gostei.

    http://mundodeariel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. É horrível quando uma pessoa que a gente ama se vai ! :/

    Beijos :*
    Nevando em Nova York

    ResponderExcluir
  29. Colunista nova ♥
    Parabéns, viu?!
    Achei tudo muito bem escrito... Tem muito talento, sabia?!
    Beijos!

    http://umsenhorpalhaco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Gostei muito do texto
    E infelizmente isso faz parte da vida

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Muito bom o texto. Acho que todo mundo já passou por isso.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Olá, tudo bem?
    Primeiramente, queria lhe pedir desculpas pelo sumiço e por não ter retribuído sua visita em meu blog até agora! rs
    Estava meio atolado com as coisas do colégio, mas já voltei *-*

    Ameei o texto. Lindo demais. Erica você tem talento!

    Beijos
    Adriano Gutemberg
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/ (passa lá ;)

    ResponderExcluir
  33. Diego, você é um poeta menino. Sua namorada vai ter muita sorte. Super fofo <3

    Beijo, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Olá.
    Nossa eu não sabia ainda da Maria,haha pois é,acabei de ver a postagem abaixo desta.
    Me desculpe a demora de passar aqui,mas aqui estou rsrs
    Maria você é ótima nisto e agora vou ficar esperando por cada postagem sua,até porque eu também amo escrever textos.

    Abraços.
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Olá!
    Hm... É difícil ler textos assim, pois já vivi uma situação parecida.
    Enfim, achei bonito e triste.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  36. Já passei por madrugadas assim, são bem tristes ´=/

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  37. "Aliás, fazer meu coração continuar batendo tem sido uma das tarefas mais difíceis desde que você se foi. Parece que você levou consigo o combustível que o mantinha saudável. Mas eu insisto." Já passei por isso, e as vezes passo, não tem coisa pior do que ficar com saudades de alguém que se foi, e que vai voltar do mesmo jeito de todas as outras vezes. Muito bonito o texto Érica *-* Beijos http://everyday--things.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Nossa Érica...sabe este conto tocou fundo em mi,cheguei a me arrepiar enquanto eu lia.E menina você tem o dom,espero muito poder ver mais contos seu por aqui.E espero muito poder sentir o que eu senti ao ler este.

    Parabéns e continue com eles,por favor ;)

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  39. Olá,

    Indiquei você em uma tag!
    Espero que goste:
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/2013/08/tag-11-nacionais-da-minha-estante.html]

    Abraços

    ResponderExcluir