29 agosto, 2013

Eles não sabem nada de amizade.



    Não. Eu não comemorei sua entrada na universidade. Não fui para as melhores festas com você. Não conheci seus novos amigos. Não conheci seu novo namorado. Nem servi de colo quando o namoro acabou. O tempo, a distância, os compromissos, as diferenças e as mudanças separaram a gente. Muitos diziam por aí que não éramos mais amigas. Alguns, até, ousaram dizer que nunca fomos. Amigas, quero dizer. Que nunca fomos amigas, você acredita? 

    Quando seu pai morreu, você não me ligou. Você mandou apenas uma mensagem, assim que recebeu a notícia: “preciso de você”, escreveu. Eu estava a, pelo menos, mil quilômetros de distância de você. Eu morava em outra cidade, estava casada e tinha dois filhos. E você mandou uma mensagem dizendo apenas “preciso de você”. Eu não sabia se você tinha sofrido um acidente, se alguém tinha morrido, se você tinha descoberto que estava grávida ou se apenas tinha acabado mais um namoro. Não importava. Eu arrumei uma mala com poucas coisas, liguei para o meu marido, avisei que iria viajar. Comprei uma passagem com um preço absurdo. Peguei um voo com muita turbulência. Paguei um táxi até a sua casa. E estive lá.

    Estive lá quando você precisou de mim.

   O velório estava vazio. As amigas que comemoraram sua entrada na faculdade não estavam lá. Seus companheiros de festa também não. Nem seu ex-namorado, que jurou no fim que você podia contar com ele para qualquer coisa. Poucos estavam do seu lado no momento mais difícil da sua vida até então. 

    Eu segurei sua mão durante todos os momentos. Fiquei ao seu lado enquanto desejavam os pêsames. Te abracei e escutei seu choro. Segurei seu corpo para você não desabar. 

    Porque isso chama amizade. Mesmo com o tempo, a distância e os desencontros. Mesmo eu não estando aqui sempre. Mesmo com os novos amigos, os novos amores e os novos objetivos. Bastou uma mensagem, um “preciso de você” e pronto. 

    Eu estive aí. 

    Sempre estive. 

    Sempre estarei.


Texto escrito pela colunista Érica Maria


20 comentários:

  1. Texto muito, muito bonito. A presença é bem mais do que física.
    www.literallypitseleh.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu vivi uma coisa bem parecida. Só que invés de mandar uma mensagem pra amiga, eu simplesmente só conseguia chorar no telefone, e pelo mesmo motivo. Ela não levou nem meia hora pra sair de um lado da cidade pro outro.
    Hoje a vida acabou nos distanciando. Nos magoamos com besteiras que uma fez à outra. Mas ela está aqui dentro ocupando espaço no meu coração.
    Amei o texto!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo ;')
    Queria ter uma amiga assim...
    Beijos
    sorrisoselivros.com

    ResponderExcluir
  4. Oii,
    Adorei o texto, ele é bem legal, de fato eu conheço pessoas que já passaram por coisas assim...
    Abraço Lucca.
    Novo post no meu Blog, dá uma olhada ^^

    -Palavras Tóxicas-

    palavrastoxicas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto. Sempre procuramos a amiga pra desabafar ashuashua
    Kiss
    With You

    ResponderExcluir
  6. Érica mais uma vez arrebentando e fazendo bonito ♥
    Amei!

    http://umsenhorpalhaco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que texto
    lindo :O
    você escreve tão bem *-*
    Adoro ler seus textinhos *-*

    Beijinhos

    Paula,

    http://psicosedaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Erica,
    Adorei seu texto e lembrei muito de uma amiga verdadeira que possuo!

    Enfim, perfeito!

    Abraço
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/ (passa la :)

    ResponderExcluir
  9. Amizade é sempre um tema muito lindo para se escrever. Parabéns, seu texto tocou a todos àqueles que tem poucos e verdadeiros amigos, me emocionei.

    Arrasou!

    Beijos
    www.livrosontemhojeesempre.blogspt.com.br

    ResponderExcluir
  10. Anw, que texto lindo, super identifiquei :)
    Beijo!
    http://um-cha-e-um-livro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto
    E essa ultima frase foi a mais significativa
    Ah, se eu tivesse amigos assim

    Já estou seguindo/curtindo
    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Mais do que me identifiquei com esse texto. Você estava observando minha vida escondida é? KKK Adorei o texto!
    Beijinhos, até mais...
    http://marcaprovisoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Gente que texto maravilhoso!!!
    Fico mesmo realmente feliz,em dar uma visita ao blog e me deparar com os maravilhosos textos da Maria...eu amo escrever mas não tenho tanta coragem de colocar tudo o que faço no blog.
    Parabéns.
    Beijos
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Nossa que legal,as vezes realmente não sabemos quem são nossos verdadeiros amigos!
    Beijos
    http://teenagersblogofficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Muito legal! Acho que virei sua fã Érica!! rs
    Muito bom mesmo!

    Bjs
    www.tainahrodrigues.com
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Esse texto demonstra e explica o verdadeiro significado de amizade. Muitas pessoas conhecem alguém e no dia seguinte já dizem que são melhores amigas e depois de uma semana já não se falam mais. Mal sabe elas que isso não é amizade e nunca vai ser. Gostei bastante do texto Diego, e você escreve muito bem. Bjs
    Jéssica
    donaurbana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Nossa, que texto perfeito. Ameii. Muitas pessoas tratam os sentimentos como algo que se encontra em qualquer lugar. Beijão :*


    http://pequenosviciosdiarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Érica que escrita belíssima.
    Parabéns. Texto fascinante.
    Bjus!

    // Senhor do Século //

    ResponderExcluir
  19. AIIIII que lindo... Quando vi o titulo, tinha imaginado um texto completamente diferente... Ele me surpreendeu e eu amei...

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir